Características de um empreendedor

Fazemos planos e sonhamos todos os dias e nos mais diferentes âmbitos de nossas vidas, portanto, se você planeja como adquirir uma casa, um carro, montar um negócio próprio, está planejando a família, uma viagem e acima de tudo os meios para a realização de qualquer um destes, então você é um empreendedor.
 

Para ser um empreendedor há algumas características básicas que são marcantes e constantes no dia a dia. São elas: iniciativa, visão estratégica, capacidade de liderança e capacitação constante.

Vale dizer aqui que apesar da palavra empreendedor estar muitas vezes associada aos empresários essa não é condição exclusiva deles ou de quem está à frente dos negócios, na verdade, ser empreendedor é para todos. Empreender tem a ver com atitudes que determinadas pessoas desenvolvem. Existem comportamentos que representam características empreendedoras.

O pesquisador canadense Louis Jacques Filion, um dos principais nomes quando se trata de pesquisa e pensamento/ação empreendedora, descreve: o empreendedor é uma pessoa que imagina, desenvolve e realiza visões. Ou seja, alguém que pensa, planeja e age, arquitetando todas essas etapas de maneira estratégica para conquistar metas e objetivos.

Empreender por si só não ajuda. O ímpeto por fazer não define ou garante o sucesso de sua ideia ou plano. A seguir confira a seguir algumas características básicas de um empreendedor de sucesso.

 

Iniciativa e coragem

 Empreender consiste, basicamente, em colocar ideias em prática.

Um empreendedor sabe que uma boa ideia é aquela que pode ser posta em prática. Executada. Para tanto ele define objetivos para que possa alcançar essa meta. Logo ele traça um plano de ação para que possa saber o que quer fazer e como fazer.

O empreendedor é alguém que aceita correr riscos. Isso e essencial. Correr riscos, mas sabendo dele para implementar suas ideias. Sendo assim, pode-se dizer que ele é ousado, porém de maneira consciente, seja para colocar um novo produto no mercado ou com o objetivo de expandir seu negócio.

Também é alguém que planeja e realiza seus projetos, mudando de estratégia caso seja necessário.

 

Visão estratégica

 Já foi abordado noutras postagem do blog da VM sobre a importância da visão estratégica no processo de construção e gestão da empresa.

Isso está diretamente ligado ao perfil de um bom empreendedor, pois este sabe da necessidade e vantagens em se perceber quais as demandas do mercado, entender o perfil do cliente, saber qual o posicionamento da empresa, avaliar vantagens e riscos.

Empreendedores com este senso de visão desenvolvidos são capazes de compreender como as diversas instâncias da organização estão articuladas, estabelecendo planos de ação tanto para o ambiente interno como para o externo para a conclusão de seus planos.

Faz parte da visão estratégica a capacidade de aproveitar oportunidades e de inovar, e essas ações são fundamentais para manutenção e crescimento de uma empresa.

Liderança

 Antes de abordar a liderança em si em um empreendedor é preciso dizer o que é a liderança:

Segundo o dicionário liderança é: (substantivo feminino); 1. função, posição, caráter de líder; 2. espírito de chefia; autoridade, ascendência; 3. por metonímia pessoa ou grupo de pessoas que possuem esse espírito, que exercem essa chefia.

No mundo dos negócios podemos colocar de forma simplificada essa definição, onde liderança é a capacidade que uma pessoa possui de conduzir um grupo de indivíduos, transformando-os em uma equipe concisa e consoante aos objetos da empresa/grupo e essa equipe por sua vez gera resultados. Um líder possui a habilidade de motivar e influenciar os liderados, de forma ética e positiva, para que contribuam voluntariamente e com entusiasmo afim de alcançarem os objetivos da equipe e da organização.

Geralmente os grupos de pessoas e até mesmo as empresas elegem alguém para que as liderem. Essa definição pode ser, como geralmente é, por este alguém compreender todos os processos de funcionamento da organização.

O empreendedor é alguém que sabe liderar. Distribuindo tarefas e funções para os colaboradores.

Ao aplicar táticas de liderança, a equipe torna-se auto gerenciável, portanto passa a conhecer a organização da empresa, identifica-se a ideologia e com os valores da empresa, e com isso passa a agir em prol da conquista dos objetivos.

Gerir talentos é também essencial para o gerenciamento produtivo, inclusive com melhoria na lucratividade. Ao saber quais as aptidões de um funcionário, o líder pode remanejá-lo para outra função que possa exercer com mais destreza ou até mesmo criar meios desta aptidão ser aprimorada.

 

Capacitação

 Atualmente, com pesquisas e análises de mercado, estão sendo revistos os antigos preceitos do empreendedorismo como uma característica inata. Que nasce com alguém e não se pode aprender tal ofício ou angariar os recursos necessários nesta atividade. Os teóricos da administração e da gestão de empresas têm defendido a capacidade empreendedora como um aperfeiçoamento de competências.

Por isso, investir na capacitação e no aprendizado tem sido uma característica bastante incentivada em quem deseja empreender ou ampliar seu negócio ou até mesmo obtenção de uma nova ocupação. Pois essas características podem beneficiar as equipes, seja com a capacitação de equipes de vendas ou a organização de um curso para implementar novas rotinas produtivas na empresa, por exemplo.

Todo empreendedor deve se dedicar ao seu negócio com tempo e envolvimento pessoal. Seja no aspecto profissional ou mesmo particular.

 

Evidentemente que não é apenas disto que uma empresa sobrevive ou se faz.

Um negócio é tocado com inspiração, mas também com muita transpiração. Por isso, outras qualidades são igualmente importantes a um empreendedor para que ele possa se sobressair e realizar aquilo que for necessário.

  • Criatividade: Para aceitar desafios e buscar soluções viáveis para a solução de problemas;
  • Perseverança: Manter-se firme em seus propósitos, sem deixar de enxergar os limites de sua possibilidade, buscando metas viáveis até mesmo em situações que se apresentem como adversas;
  • Flexibilidade: Controlar seus impulsos para ajustar-se quando a situação demandar mudanças, estar aberto para estudar e aprender sempre.
  • Vontade de trabalhar: Dedicar-se plenamente e de forma entusiasmada ao seu negócio.
  • Automotivação: Encontrar a realização pessoal no trabalho, obtenção e seus resultados.
  • Organização: Compreender as relações internas para ordenar o processo produtivo e administrativo de forma lógica e racional, entender as alterações ocorridas no meio ambiente externo de forma a estruturar a empresa para melhor lidar com essas mudanças.
  • Senso crítico: Antecipar-se aos problemas principais e fazer uma análise dele, bem como de sua solução de forma fria e sistêmica para que o melhor resultado seja obtido.

 

Aqui são apenas listas de características e como dito são qualidades que podem ser obtidas ou desenvolvidas. Para tanto basta boa vontade, desejo de realizar os objetivos e busca pelos sonhos tornarem-se reais.

 

 

Fontes

Sebrae, Sebrae, SLAC Coaching

 

Imagens

 iconicbestiary, iconicbestiary