• (14) 2104-7800
  • (14) 99681-1300

> Blog

> Como fazer economia com software de gestão?

Anos com a tão temida crise são mais desafiadores e requerem mais criatividade e soluções que objetivem aumentar a eficiência dentro das empresas. Afinal, qual o empresário que quer perder dinheiro? Empresas de todos os portes podem acompanhar o seu fluxo de recursos em todos os setores, e assim minimizar esforços e trabalho repetitivo. Com melhores práticas de gestão, a empresa ganha em controle e informação. Pequenos ajustes nas empresas e a ajuda de um software de gestão podem se traduzir em economia financeira.

Saiba agora como economizar com um software de gestão:

Processos

Em uma empresa, o software de gestão otimiza, racionaliza e automatiza os processos. Quando se começa a usar um software de gestão empresarial, os processos acontecem de forma mais econômica e rápida, com menos recursos e com todo o controle necessário para uma boa gestão.

Fluxo de caixa

Sem o auxílio de um ERP, a criação de um fluxo de caixa seria manual. E ao final do trabalho, esse fluxo já estaria desatualizado. Com informações em tempo real em um fluxo automatizado por ERP, o gestor pode criar cenários, analisar e tomar decisões. A partir de consultas e relatórios, o gestor pode ter tempo hábil para corrigir decisões, evitando resultados negativos e difíceis de serem revertidos.

Conheça seus clientes

Dados estatísticos de um ERP podem posicionar o cliente em faixas e ranking quanto ao tipo e produtos que compra, além de mostrar informações como periodicidade e margens de compras e seu nível de inadimplência. Essa classificação permite saber o processo utilizado para uma venda e o potencial de crescimento de compras do cliente. Com equipamentos e sistemas de gestão, a tecnologia gera dados e estatísticas sobre vendas, comportamento dos clientes, formas de negociação e estabelece comparativos com outros períodos de tempo equivalentes. Esses elementos na administração da carteira de clientes levam os gestores a obterem os melhores resultados. E o melhor, sem precisar de muito tempo.

Planejamento e programação de compras e produção

No comércio, o departamento de compras trabalha para manter as mercadorias para venda, com estoques baixos e sem perigo de faltas. Na indústria, a área de produção deve garantir os produtos para venda. Sistemas de gestão podem suprir todo o cálculo da programação e de suprimentos dos insumos. Entre os módulos industriais, os sistemas de gestão definem – com a Engenharia – os roteiros para programar a produção. A correta escolha dos recursos de produção acarretará ganho de produtividade, com prazos de entrega confiáveis, sem perdas e desgastes perante os clientes.

Esses sistemas utilizam cálculos sofisticados que otimizam a produção, bem como as compras e com reflexo no estoque. Sem ajuda de sistemas, esse trabalho pode gerar muitas falhas, faltas e excessos de produtos, componentes e matéria-prima, e também a escolha inadequada dos recursos de produção, por exemplo.

Conformidade com a legislação fiscal e tributária

Além do recolhimento de impostos, o governo tem exigido das empresas informações cada vez mais detalhadas das suas operações via mídias digitais. São exemplos: a NFe (Nota Fiscal eletrônica), o SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) fiscal, o SPED contábil, o ECF (Escrituração Contábil Fiscal), o Bloco K (Controle de Produção e do Estoque), a FCI (Ficha de Conteúdo de Importação) e o e-Social (unifica o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados). Para evitar contratempos, as empresas devem manter em dia essas obrigações.

Um sistema de gestão garante a conformidade dos valores apresentados nas diversas obrigações entregues para empresas de todos os portes. Mesmo as empresas de pequeno porte podem cumprir essas obrigações em tempo hábil e sem grandes esforços extras com um sistema de gestão. As informações são cruzadas na Receita Federal e as empresas que tiverem diferença entre os dados serão chamadas para fazer ajustes.

Posição das vendas

A atuação da área de vendas embasa os resultados das empresas. Ações corretivas podem nascer da análise de períodos anteriores, assim como previsões mais assertivas. Ao registrar a entrada de pedidos, os sistemas podem gerar informações de todas as vendas, por região, por vendedor, por cliente e por produto. Esses sistemas ajudam a produção e compras a fazerem sua programação de pedidos e estoque. As vendas refletem na área financeira. Pela integração entre os módulos financeiro e comercial, realiza-se a análise do fluxo de caixa previsto.

Economizar é algo comum em todos os negócios, mas otimizar processos e investir no crescimento e lucratividade é o mais importante. Pois isso, atente-se às suas necessidades e não perca oportunidades de alavancar a sua empresa.

Com exclusividade, a GVM Sistemas dispõe do ERP CIM Controle, software para empresas, indústrias e e-commerce. Entre em contato e conheça todas as nossas soluções para potencializar o seu negócio. Confira os demais artigos do nosso blog e clique aqui no link e se cadastre para receber mais materiais sobre ERP e sobre o CIM, o sistema de gestão da GVM Sistemas.

Voltar ao topo